Home Retiros e Jornadas Treinamento 5 Acordos

Treinamento 5 Acordos

RETIRO XAMÂNICO: 5 ACORDOS


QUEM EU SOU? Não somos quem pensamos ser. As auto imagens que alimentam O FALSO EU são construídas a partir de uma educação e uma cultura que imprimem valores e necessidades ilusórias. Atravessar-se e dar conta das memórias daninhas e das cisões do corpo (mente, coração e instinto), mergulhar na rachadura do universo pessoal, e uma vez partidos, iniciar o caminho de descolonização a partir do despertar da consciência de quem realmente somos e encarnar num corpo novo, o novo sonho: a unidade de ser original e integrado ao Todo.

Estilhaçar as falsas imagens que sustentamos por carência de amor e necessidade de aprovação: culpabilidade, falta de autoestima, cobranças de sucesso social ou econômico, descondicionar-se das cobranças externas.

Inspiração: SABEDORIA TOLTECA ANCESTRAL

“O sonho que vives é o seu sonho ou o sonho que criaram para você? Quero que esqueças tudo o que aprendeste em tua vida de tua vida. Este é o princípio de um novo sonho. Imagina que sabe o que queres, quando o queres e o que não queres. Não temes pedir o que precisas, dizer sim ou que não ao que seja a quem seja. Imaginas que vives sem julgar aos demais e sem medo de ser julgado, que os perdoa com facilidade. Já não te deixas levar pelo que outras pessoas pensam de ti. Não sentes a necessidade de controlar a ninguém e ninguém controla a ti. Imaginas que vives sem o medo de amar e não ser correspondido. Imaginas que te amas como és”.

“Xamam Miguel Ruiz “

 

“Escolher o amor como forma de vida. Este é o futuro da humanidade.”

 

OBJETIVO GERAL:

  • Incorporar dentro de si a sabedoria ancestral dos 5Acordos Tolteca como um ato de empoderamento, resgatando a autenticidade da alma e da vida como um ato de amor, vivenciando através da disciplina e da impecabilidade do guerreiro, uma ressignificação de valores e nova forma de conduta nas relações. Integrar pensamento com palavra e ação, cultivar o estado de observação, para romper com o costume do sofrimento e com a domesticação imposta, quebrar acordos e cicatrizar feridas emocionais baseadas no medo. Cuidar do corpo mental, das crenças limitantes, através do estado de presença, observar o juíz e a vítima internos, para moldar pensamentos até que se tornem hábitos firmes, transformando qualitativamente as relações com liberdade e harmonia. Sanar a mente e ser o que se é, ter controle sobre si, expressando o que se sente e dizendo o que precisa dizer no tempo e momento certo.

5 ACORDOS

 

O1. SEJA IMPECÁVEL COM AS PALAVRAS
  • Usar a palavra como poder de manifestação de intenções, sonhos, criação. Semente que lançamos para produzir amor, união, alegria, paz, sem veneno emocional.
O2. NÃO TOMES NADA PESSOALMENTE
  • O que o outro faz, diz e as opiniões dele dizem respeito a ele, aos acordos que estabeleceu em sua própria mente. Não preciso que me aceitem, não preciso que me diga que sou bom para acreditar em mim.
O3. NÃO FAÇA SUPOSIÇÕES
  • Fantasiamos, compreendemos uma situação incorretamente, tomamos pessoalmente, julgamos e culpamos o outro, nos envenenamos e acabamos fazendo um grande drama gerando fofoca e sofrimento.
O4. FAZ SEMPRE O TEU MELHOR, NEM MAIS, NEM MENOS
  • “Faz sempre o teu melhor, nem mais, nem menos”.Ação é deus atuando através de mim. Não fazer pela recompensa, para dar satisfação ou pela necessidade de ser amado.
O5. SEJA CÉTICO
  • “Duvide, questione sobre tudo o que ouve, até de si mesmo”.

 

  OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

  • Resgatar história de vida, identificando crenças limitantes criadas pelo sistema de domesticação, prêmio e punição das figuras de autoridade;
  • Identificar e romper com o Juíz e a Vítima, o parasita da mente que provoca medo, alimenta emoções negativas, controla o sonho pessoal;
  • Cuidar da palavra como sagrada, eliminar fofocas e exercitar a comunicação clara, expressar o que sente e pensa;
  • Cuidar do corpo emocional: enfrentar emoções baseadas no medo, como; ódio, raiva, inveja, tristeza, curando dor e feridas;
  • Cuidar do corpo mental: Mitote da mente: vozes e pensamentos recorrentes, julgamentos e projeções mentais;
  • Rever máscaras e papéis sociais;
  • Assumir a alma e resgatar o instinto do animal não domesticado;
  • Desenvolver os atributos do guerreiro: disciplina, foco, vontade, comunicação clara, impecabilidade, autenticidade;
  • Desenvolver imunidade e autonomia emocional através da impecabilidade e do amor próprio.

 

 

METODOLOGIA E VIVÊNCIAS

 

MÓDULO 1:

1. A Mestria da Consciência – Poder da Escolha e Observância- Os 4 acordos e o Guerreiro

 

ROTINA DIÁRIA:

A- práticas de hatha-yoga, meditação, respiração consciente, momentos de silêncio;

B- reclusão na mata: círculo de poder e reflexões; a mitote da mata escura da mente: vozes, caos, fantasias, medos; práticas do não julgamento; a nudez na mata; caderno dos pensamentos e emoções; caminhadas – o passo a passo da resistência;

C- cuidando coletivamente dos espaços, exercendo a ação consciente: prática da palavra e ação alinhados; observando a mente;

D- círculos de partilhas:a arte da comunicação clara; pinakari; escuta profunda; perguntas francas e esclarecedoras, comunicação impecável; limites; liderança circular; expressando o que sente; desenvolvendo a imunidade contra a projeção do veneno do outro; a arte do não julgamento e da não culpa, exercendo o sim e o não, livremente.

 

VIVÊNCIAS:

  • autocritica e auto importância;
  • construindo e destruindo a máscara social;
  • visualizações criativas, decretos e orações;

 

MÓDULO 2:

2.Mestria da Transformação – Cuidar dos corpos- corpo emocional- extraindo o veneno:

ROTINA DIÁRIA:

A – corpo emocional- extraindo o veneno: banhos de cura, florais da amazônia, aromas, ritual das emoções; ritual do perdão das relações;

B – corpo físico- eliminando a dor: massagem xamânica, a medicina da terra;

C – corpo mental- matando o parasita: corte de crenças e acordos – chama violeta – o fogo transformador; contato com o animal de poder selvagem e seus instintos; bioenergética ou respiração holotrópica.

 

MÓDULO 3:

3.A Mestria da Morte – Ritual com Ayahuaska na Mata: abraçar o anjo da morte- ritual de passagem;

 

INSCRIÇÃO: VER DATAS DO CALENDÁRIO 2018.

 

 

']); _gaq.push(['_setDomainName', 'none']); _gaq.push(['_setAllowLinker', true]); _gaq.push(['_trackPageview']); (function() { var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true; ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://ssl' : 'http://www') + '.google-analytics.com/ga.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s); })();